Foco, força e fé: a solução.

Com foco no objetivo, força para alcançar e fé que o inimigo caí, o Palmeiras vence o Botafogo, e bota fogo na ponta do campeonato e o time de Itaquera já sente o cheirinho… Da fumaça da locomotiva alviverde.

(DEUSverson da massa – Foto: Cesar Greco)

O Palmeiras em sua visita ao Rio de Janeiro em um clássico nacional (já disputamos um título com o Botafogo em 1972, onde nos sagramos campeões nacionais) mostrou que os pés no chão nos faz caminhar com propriedades e responsabilidades fixas, com olhos na missão que era vencer a equipe carioca e dar ânimo afastando parte das nuvens negras que rodeiam o time do Cucão, os mesmos pés no chão que fizeram Deyverson mostrar para que veio, com mais uma atuação de nos fazer observar seu futebol e sua raça com a camisa alviverde.

A vitória de ontem ainda faz com que o time embarque em seu retiro espiritual em Atibaia, para a peleja do dia 9, com a cabeça tranquila e concentração total na vitória que pode vim a nos fazer avançar de fase na Obsessiva Libertadores.

Deixando o dia 9 para o dia 9, o jogo de ontem também nos apresentou um Palmeiras com uma recomposição melhor, uma saída de bola mais pensada quando se precisa pensar e mais agressiva quando precisa agredir com o Dudu recuado para exercer a função do Guerra, em um ensaio de um possível meio campo com: “Guerra e Moisés” Bruno Henrique auxiliando na qualificação da saída dessa bola pensada, fez com que o ataque fluísse melhor, mostrando a opção que o Cuca queria…

DEUSverson abraçando o jovem padawan: Borja. (Foto: Cesar Greco)

Outra coisa que foi de se encher os olhos e vislumbrar uma positividade foi ver Borja e Deyverson atuando juntos, inclusive originou o segundo gol do Palmeiras, mostrando que é possível Borja jogar ao lado de alguém que possa substituí-lo, que não é um quebra cabeça impossível de se montar.

Para a próxima partida, contra o Atlético/PR – no Allianz Parque, o Palmeiras deve ir com time poupado, alguns reservas, para poder impor suas atenções na Libertadores. O Jaílson tomou seu terceiro cartão amarelo e está fora do próximo jogo, o que pode vim a ingressar o retorno do Prass ao arco alviverde, que venha em melhor forma psicológica e consiga trazer a segurança de se ter dois monstros sagrados no gol.

Na dúvida, o Cucão da Massa poderia fazer um freela de goleiro, né não?

Se cuida Jaílson e Prass, goleirão agora é o Cuca! (Foto: Cesar Greco)

Que venha o Atlético-PR, que se cuidem quem está no topo e abram alas, o Campeão está de volta ao jogo.

#avanti

Share:

Uma resposta para o post:

  • I simply want to say I am just all new to blogging and truly enjoyed this blog site. Likely I’m going to bookmark your blog . You surely come with perfect stories. Cheers for sharing your web-site.

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *