SOMOS O PESADELO DELES

  • 24 de outubro de 2017
  • Jefferson Pita
  • Blog
  • 2342
  • 71961 Views

Há duas semanas o técnico dos rivais, Fábio Carille, cravou que os únicos que poderiam incomodar o time treinado por ele, eram Grêmio e Santos. Naquela altura, a diferença para nós eram de 14 pontos. Ao descartar o seu maior rival, Carille correu um risco que não imaginava que fosse, de fato, se virar contra ele. Mas virou.

Ontem o Botafogo venceu os rivais por um placar de 2×1 e a distância do Palmeiras para a liderança encurtou em 6 pontos. Visando um confronto direto daqui a duas rodadas, a esperança – mais verde do que nunca – voltou a acender na cabeça dos palestrinos.

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Aqueles torcedores que já tinham jogado a toalha, mesmo que dá boca pra fora (como esse que vos escreve, por exemplo), hoje acordaram com um sorriso gigante e com a calculadora na mão. As últimas exibições do Palmeiras fizeram com que os torcedores voltassem a considerar uma possível arrancada histórica do verdão. É o cenário perfeito! Depois de desacreditado, o Palmeiras arrancaria das mãos do seu maior rival o título brasileiro, chegando ao sonhado Deca.

É claro que precisamos manter os pés no chão e ter um pouco mais de calma, afinal tirar 6 pontos – por mais que pareça uma pequena vantagem numérica – no futebol é algo complicado. Mas eu digo hoje que se existe algum torcedor do Palmeiras que ainda diz que não acredita no título, tenha certeza de que ele está mentindo. É impossível não acreditar no Palmeiras sendo palmeirense. A nossa história é favorável às situações adversas.

Eu entendo que alguns não queiram dar “cara a tapa” e dizer que sim, nós estamos na briga. Mas eu também sei que lá no fundo, a esperança que estava quase morta após o dia 09/08, está cada vez mais ganhando vida. A verdade é que nunca deixamos de acreditar. De um jeito ou de outro, o palmeirense sempre pensava em um milagre, uma forma da gente ainda gritar “é campeão” esse ano.

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Pés no chão e humildade devemos ter sempre, mas hoje isso é um papel obrigatório para os jogadores, comissão técnica e diretoria. Nós amantes e torcedores da Sociedade Esportiva Palmeiras temos o direito de sonhar e o sonho nunca esteve tão vivo quanto antes. Que façamos a nossa parte, continuemos apoiando o nosso time a cada jogo e que possamos, ao final do campeonato, explodir em alegria como no ano passado.

Hoje, amigo palmeirense, o nosso maior sonho é o maior pesadelo deles. Vamos torcer para que se realize!

Share: