A eliminação do Verdão

Após o primeiro jogo no Allianz Parque, onde a atuação do juiz impediu a utilização do VAR para esclarecer um lance polêmico, tudo seria possível no confronto entre Palmeiras e Cruzeiro no Mineirão.

No final do jogo, uma falta perigosa a favor do Verdão foi analisada pelo VAR e a falta não foi apontada. Para mim, foi claramente falta.

Não há o que lamentar. Ganhar o Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores seria extremamente difícil. Ninguém nunca conseguiu ganhar a verdadeira tríplice coroa.

Mas é preciso melhorar. Especialmente contra times que priorizam a marcação em detrimento do ataque, como muito bem faz o Cruzeiro de Mano Menezes desde Julho/2016.

Esqueça a incrível sorte do Cruzeiro. A qual sorte me refiro? Em 14 sorteios de mando de campo na Copa do Brasil desde 2015, em 12 o Cruzeiro decidiu o mata-mata em casa, desconsiderando os jogos em que pela melhor classificação no ranking o Cruzeiro deveria mandar em casa. Estatisticamente, a chance disso acontecer é de 0,0002%. Vai entender, não é?

Esqueça que o Palmeiras é freguês do Cruzeiro. Não é. Em 11 confrontos eliminatórios, deu Palmeiras em 7 deles. O único ponto é que o estilo de jogo do Palmeiras não encaixa contra eles.

Ninguém tomou a iniciativa no jogo de ontem, o que tornou o jogo pobre e difícil de assistir.

Mas, vamos colher as coisas boas. Teremos mais tempo para recuperar jogadores, treinar mais, corrigir falhas. O campeonato brasileiro é real. Contra o mesmo Cruzeiro, no domingo, podemos quebrar o recorde de vitórias em um ano, que vem desde 2008 (leia aqui), e de quebra ainda assumir a liderança do campeonato. Basta jogar. Esquecer as confusões. Não somos um time perfeito. Não jogamos uma bola de encher os olhos. Mas temos Felipão, temos garra, temos vontade, e temos a torcida que canta e vibra.

Na próxima quarta, temos o jogo de volta na Libertadores contra o Colo Colo, em casa, e já saímos ganhando de 2 a 0. Provavelmente, enfrentaremos o Boca Juniors. Se este confronto se concretizar, escreve aí: o Palmeiras será finalista da Libertadores.

Saudações alviverdes.

Share: