vivendo e aprendendo…

  • 27 de setembro de 2018
  • Emanoel Luiz
  • emanoel
  • 0
  • 1250 Views

[AINDA SOBRE A COPA DO BRASIL…]

Muito se foi dito, muito ouvido… Confesso que hoje não assisti nenhum desses programas de meia boca com debates esportivos para saber (ou “des”saber) sobre o jogo da semi da copa do Brasil, preferi tirar um pensamento comigo mesmo, íntimo e intrínseco… Afinal, o Palmeiras foi culpado pela desclassificação de ontem?

Para responder essa pergunta, que têm cunho pessoal – antes de mais nada – é importante ressaltar esse detalhe, é uma singela opinião de alguém que passou o dia se perguntando: “Onde o Palmeiras errou??”, antes de mais nada também, salientar ninguém aqui prega: “SUPER palmeiras”, “tríplice coroa” e o que a mídia vem superestimando nas últimas semanas com este time do Palmeiras que é um dos mais fortes do Brasil, SIM. Mas vamos com calma, certos veículos gostam de superestimar e depois dizer: “ain, nossa, não era tudo isso afinal”. Para esse: APENAS PAREM, ok? Ok.

VAMOS À QUESTÃO:

Sim, foi triste, foi doloroso e pesado ontem? Foi, demais, mas não, não foi o fim do mundo (não do mundo todo pelo menos), afinal disputamos em alto nível uma tal de Copa Libertadores e estamos à um ponto do todo poderoso (CAVALO PARAGUAIO) time do Morumbi, pressionando e pedindo passagem para tomar as rédeas deste que é um dos Brasileiros mais disputados dos últimos anos. O Palmeiras tem um poder incrível sinérgico que consegue envolver todos, TODOS, do elenco em um jogo quando com vontade e segurança do que faz e isso é uma virtude de pouquíssimos times neste Planeta, afinal não sei como é o Campeonato marciano ou o de Júpiter…

Enfim!

Derrotas são tão importantes quanto derrotas, para nos mostrar qual foi, qual é e por qual ir. Temos que absorver a derrota, reconhecer que o adversário foi superior em momentos decisivos num jogo de tamanho imensurável, porém sempre de cabeça erguida e olhando sempre para frente, buscando e encontrando forças dentro de cada um de nós que vestimos a camisa do maior campeão nacional de todos os tempos aqui neste país incrivelmente lendário para o futebol mundial (lembre-se: terrestre! Porém, e quiçá, de todos os demais mundos também). Não é a primeira vez, cansei de perguntar o porquê, o que me faz mesmo feliz é ter certeza que este time está bem focado, ontem buscou com propriedade um empate, que FOI SIM heroico num ambiente completamente hostil para nós como torcedores, para os onze em campo e para um tal sr. Felipe Scolari.

Se exorcizamos algo ontem? Não, fomentamos e apimentamos mais ainda essa relação: Palestra de SP x Palestra de MG.

Ano que vem têm mais Copa do Brasil, ano que vem têm mais garra, mais força, mais determinação e mais, muito mais confronto como esse enorme Palmeiras e Cruzeiro que tivemos esse ano, em copa do Brasil.

 

Avante, palestra. Pr’cima, Palmeiras!

Share: